Café
Internacional

Um café emblemático

Instalado no rés-do-chão, o Café Internacional foi, durante largos anos, o lugar de encontro das elites do Faial, funcionando como uma verdadeira sala de visitas quer para os oficiais dos diversos navios atracados, quer para os mais ilustres visitantes. Entre estes, contavam-se os estrangeiros que asseguravam o funcionamento dos Cabos Telegráficos Submarinos que ligavam a cidade da Horta à Europa e à América. Pequenas orquestras davam ambiente musical ao Café, como a Orquestra D.A.T. (Deutsche Atlantische Telegraphengesellschaft), da Companhia Alemã, e a Orquestra do reputado maestro Francisco Xavier Symaria.

Mantendo-se fiel à tradição e à sua história, o Café Internacional respira ainda um ar de “Belle Époque”. Local de tertúlias, ali confraternizavam os representantes da burguesia local, incluindo os mais altos funcionários públicos e militares ligados ao Estado Novo. De entre eles, destacava-se António Freitas Pimentel, médico e governador do distrito da Horta.

Num ambiente elitista, entre a sala principal e a esplanada, com mesas e cadeiras de vime viradas para o Largo Infante Dom Henrique, e com a ilha do Pico em frente, os clientes do Internacional entregavam-se a um misto de indolência intelectual e conspiração. Por ali terão passado “agentes secretos” durante a II Guerra Mundial… Os cabotelegrafistas sabiam e discutiam o que se passava nas frentes desse conflito armado. Em tempo de “lei seca”, ali se bebericava vinho branco em chávenas de chá… E lia-se o jornal “O telégrafo”. E jogava-se damas e dominó…

Na decoração do Café, destaque para as gravuras “art déco” e  para os tampos de mármore das mesas. Nas suas paredes, aprecie-se um velho anúncio da “Macieira”, bem como a cópia de um (ousado) desenho de Almada Negreiros que dá conta de um amor cúmplice entre dois soldados durante a I Guerra Mundial.

Com o 25 de Abril de 1974, o Café Internacional “democratizou-se” e, sendo hoje frequentado por todas as classes sociais, continua a ser uma das referências da cidade da Horta.

Victor Rui Dores

  • Rua Conselheiro Medeiros, 1
    9900-144 Horta, Açores
  • info@internacionalazores.com
  • (+351) 292 292 216